Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



12 capítulos, 365 linhas

por Catarina, em 30.12.17

O final do ano é sempre uma época de balanços, ponderações, análises. Já fui fazendo um pouco de tudo, dentro de vários temas e já tenho uma ideia do que serão os pontos finais da lista para 2018.

Ainda assim, há coisas que me dão um prazer imenso fazer nos primeiros dias do ano, e só aí me fazem sentido: abrir a agenda e escrever finalmente a lista.

 

Reflexões à parte, gosto sempre de ver um novo ano como um livro em branco, onde posso fazer o que quiser, melhorar o que preciso, investir no que faz falta... São 365 novos dias, é muito tempo para fazer coisas novas e bonitas. Claro que sei que os dias não vão ser todos bons, nunca são, nunca poderiam ser, afinal são 365, é muito dia, mas são novas folhas para escrever e, como um caderno que se abre a primeira vez, cheira a novo, e dá-nos infinitas hipóteses para sermos quem queremos ser.

Gosto de pensar que o melhor está para vir, e que tudo vai ser tão bom ou melhor quanto já foi. 

Imagem via pinterest

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D