Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A era da informação

por Catarina, em 10.11.16

Sou só eu que sofro do síndrome da informação? De ter que estar informada? De ter que saber as últimas no mundo sob a pena de levar aquela etiqueta de alienada na testa? Mais alguém sente isto? Digam-me que não estou sozinha!

 

Quando era pequena o pior que me podiam dar era ver notícias. Odiava o telejornal de morte! Achava que era uma seca, só falavam de coisas que não interessavam para nada, só davam más notícias e coisas que faziam mal ao mundo e às pessoas. O mesmo servia para os jornais em papel, se calhava a ter algum na mão fazia uma destas coisas: barquinhos de papel, procurava os resumos mínimos das novelas e via os horários dos desenhos animados, lia o horóscopo. A minha perspectiva infantil fazia-me implorar à minha mãe para mudar de canal às oito da noite, o que ela nem sempre acedia já que "gostava de ver as notícias". Algumas vezes me tentou explicar que era importante, mas eu não liguei nenhuma, e assim fui até à adolescência e continuei.

  

Mas depois nas nossas vidas surgiu aquela coisa do facebook, e eu entrei nesse mundo e quando dei por mim já estava a acompanhar notícias. Para meu espanto passei a estar minimamente informada, e chegava a casa e dizia "viste aquilo que aconteceu?", e "já sabes da última?", e "então mas tu não viste as notícias?". Ao que a minha mãe respondia que não, ainda agora tinha entrado em casa e só ia ver às oito horas!! A forma como consumimos as "notícias" mudou, até para ela. Agora as notícias não passam necessariamente pela TV às oito horas, mas estão connosco a todo o momento. O "última hora" é realmente "último minuto" e não uma actualização com barbas. Mas depois, este excesso de meios de informação também enjoa. Às vezes não me apetece ser bombardeada com actualizações, não quero saber ponto! Mas depois todas as pessoas à nossa volta comentam e falam e perguntam, e percebo que realmente não dá para não saber.

No meio deste frenesim sinto que este consumo é tão rápido e imediato que nem chegamos bem a saber as coisas. Lemos uma notícia na diagonal, vemos um vídeo de 1 minuto ou lemos apenas as manchetes, porque não temos tempo a perder com mais. Mas depois comentamos as ditas notícias com um conhecimento que não temos! Sinto que gostava de saber mais, perceber realmente porque é que existem os conflitos no médio oriente, quantos são, entre quem, quem apoia quem, quem ajuda quem; Não é só dizer "os mauzões dos russos estão a bombardear a Síria, os sacanas!" e coisas que tal. Acho que no fundo ainda falta muita informação para nos chegar. Nos telejornais tentam por vezes impingir-nos os ditos comentadores, dos quais devo dizer que só ouvia com atenção o Marcelo Rebelo de Sousa, e às vezes o Sousa Tavares, o resto na maioria das vezes leva-me a um zapping antecipado, ou então o formato reportagem que gosto mais. Sou capaz de olhar para uma reportagem com mais calma, deixar-me absorver como se fosse um documentário. 

 

Sempre achei interessante o formato filme-documentário e tenho mesmo pena de não ver mais! Hoje descobri este site Documentary Addict que tem mais de cinco mil documentários para ver. É informação que não acaba mais, e novamente, tempo que não tenho, mas acho que consigo aprender muito mais sobre o mundo se vir um destes de vez em quando do que se continuar a consumir notícias como se fossem batatas fritas do macdonalds.

 

Tenho uma lista de "wanna-see" mas ainda não sei como chegar a todos! Quero muito ver o Cowspiracy (há no youtube) e ver se realmente é tão life changing como dizem! E depois gostava de encontrar o The True Cost (trailer aqui) sobre as consequências da fast fashion e o Demain (trailer aqui) um documentário francês com uma visão não derrotista e que procura soluções para se viver num mundo sustentável. Haja tempo senhores! Com um pouco de jeito talvez consiga convencer o moço a substituir o Batman por um destes no domingo à noite. Hope!

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Chic'Ana a 10.11.2016 às 11:15

Achei esse site muito interessante. No fim de semana vou explorar com mais tempo! =)
Beijinhos
Imagem de perfil

De Catarina a 10.11.2016 às 11:43

Também eu, aquilo é um mundo! beijinhos

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D