Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Feira do Livro

por Catarina, em 22.02.17
Ontem lembrei-me da feira do Livro porque ando com uma sede de leitura! Adoro esta sensação de consumir livros e já tinha saudades porque nos últimos dois anos fui uma leitora assim-assim. Fui pesquisar e posso dizer que já tem data de 1 a 18 de Junho e só tenho pena que ainda falte tanto tempo até porque já tenho uma lista de livros que quero comprar!

 

As idas à Feira do Livro são das minhas recordações preferidas de infância. Acho que nestes quase 27 anos de vida só me escaparam aquelas em que era demasiado pequena, porque há mais de 20 anos que estou lá “batida” sem falhar. Posso ir só uma, duas ou três vezes mas tenho de ir. Recordo sempre com um sorriso as minhas memórias naquele espaço; lembro-me de ser pequena e achar que tudo era enorme e a minha mãe ter de me pegar ao colo para ver as laterais das bancas quando não havia estrado para subir; lembro-me de comer um gelado, numa época em que a comida ainda não abundava na feira e para além do quiosque da Olá só se conseguiam garrafas de água com algum esforço! Lembro-me do calor e de dias de sol bem quente em que fazíamos uma pausa para descansar à sombra de uma árvore, sentadas na relva, ou a ver o que já tínhamos comprado, ou a pensar onde íamos a seguir. Lembro-me da Alice Vieira me autografar o “Trisavó de Espada à Cinta”, que eu guardo com carinho, e lembro-me do tempo em que só queria perder-me nas editoras mais juvenis. Lembro-me de virmos tão carregadas de livros que apanhávamos um táxi para casa tal era o peso, e lembro-me da época em que fui para a faculdade e comprei imensa coisa da área de artes. Sempre “recheei” a minha biblioteca artística em feiras do livro e consegui compras mesmo muito boas porque são livros normalmente mais caros. De certa forma sinto que a Feira do Livro me acompanhou e me viu crescer, passámos por várias fases e transformações e continuamos de pedra e cal no nosso eterno namoro. Posso não gostar de como algumas coisas mudaram, mas isso também se deve ao facto de ser muito resistente à mudança e preferir fincar o pé àquilo que já conheço; Não adoro as roulottes de farturas, as esplanadas de pizzas nem os quiosques de bolas berlim, nem adoro que isso tudo sirva para levar mais gente à feira, que muitas vezes não vai lá fazer nada se não comer. Para mim a Feira do Livro é uma entidade quase sagrada na cidade, venero-a, e se calhar sou demasiado crítica pois muitos diriam que com toda esta evolução a feira recebe mais gente; Eu como sou teimosa acho sempre que na feira faz falta quem ama os livros como eu e mais nada.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D