Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Carta de amor ao alentejo

por Catarina, em 25.10.17

Gosto do Alentejo.

Gosto do Sol, gosto do calor e da luz.

Gosto da paisagem mais árida, das oliveiras perdidas no campo, dos sobreiros; Gosto das cores, de tudo; Dos campos às casas.

O Alentejo recebe-me bem, abraça-me quando chego, brinda-me com um raio de sol mesmo que o céu esteja nublado, por isso gosto sempre de voltar.

 

Não é a minha terra, mas podia ter sido; bastava que há 25 anos a minha mãe tivesse tomado uma decisão diferente, e hoje eu falaria com sotaque de certeza! Não foi por acaso que as minhas primeiras canções infantis eram alentejanas...era ouvir-me cantar o Milho Verde, o Menina estás à janela e a Oliveirinha da Serra.

Tenho raízes lá. O meu avô paterno era de Alvito e da parte dele tenho família ainda em Évora...primos com fartura; embora daqueles mais distantes. Vou mantendo contacto com os mais velhotes, de tempos a tempos...são muito tecnológicos e trocamos emails!

 

O fim de semana passado dediquei a conhecer um bocadinho mais do Alentejo, para trazer no coração ao lado do que já conhecia, Évora, Campo Maior e Elvas.

 

Desta vez a primeira paragem foi Reguengos de Monsaraz, e a partir daí foi sempre em volta do lago de Alqueva. Caramba, quando escolhi o destino não pensei que fosse tão, mas tão bonito.

Quando tiver mais tempo deixo o meu "roteiro", por agora deixo só esta declaração de amor ao meu Alentejo!

DSCN5538.JPG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Joana Marques a 25.10.2017 às 09:42

saudades...do meu Alentejo!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D