Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Empieza bien!

por Catarina, em 05.10.16

Acordar cedíssimo (não sei que horas eram, mas era cedíssimo e estava escuro lá fora) depois de um sonho estranho que se transforma em pesadelo com ratos. E já não é a primeira vez que sonho com eles.

Estava a ter um sonho daqueles que por um lado desejamos, por outro sabemos que até em sonho estamos a fazer asneira! Mas como sonhar não magoa ninguém, costumo ir na onda e ver até onde vai...o sonho! Certamente o meu subconsciente não pensou da mesma forma.... logo a seguir transforma aquela reveladora experiência em algo aterrador. Apareço numa casa, que era um misto de casas e partes de casas conhecidas, não sei bem o que lá estou a fazer, e de repente vejo um rato. Um ratinho, pequenino, como já tinha sonhado com um há algum tempo atrás. Mas desta vez multiplicou-se numa praga.... e eu estava em pânico. Fiquei em tal estado que os comecei a matar...e algures depois aparece o meu namorado e começa a pô-los dentro de um saco preto. Foi nojento...só de recordar já me estou a arrepiar. Acordei estremunhada e durante uns segundos achei que tinha bichos dentro da cama...tive de me bater a mim própria para acordar mesmo! Fechava os olhos e em vez de aparecer na primeira parte boa do sonho não, aparecia na segunda. Blhark

Depois de uma cena destas e como tenho a mania dos significados dos sonhos não consegui deixar a coisa quieta.

 

Ora bem, pesquisa rápida no google: presságios negativos, sensações de avareza, cobiça, falsidade, pode representar doença e decepção. Alerta para me precaver em relação às pessoas. Continuei a filtrar e aí tinha: sentimentos de culpa e dúvida. Alerta para inimigos, ou falsos amigos (esta não me preocupa..são poucos e estão escolhidos a dedo!), aviso para ser mais branda em discussões.

Depois a parte em que o bicho me mordia...mais inveja e traição e coisas que tal. O que vale é que nem em sonho me esqueci de gritar pelo álcool para desinfectar!!! 

Este meu subconsciente é um merdas.... estava eu tão sossegada a experimentar um sonho novo, com uma pessoa nova, e a correr o risco de enveredar por um caminho tenebroso e ele manda logo uma praga de ratos para me dizer "vê lá se estás quietinha!". Estupor... podia ter-me deixado ir ali mais um bocadinho... só para ver até onde chegava. Esta coisa de reprimir sentimentos não funciona nada bem.

 

Por falar em sonhos lembrei-me do Inception. Como gostava de conseguir controlar alguns às vezes!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D