Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Moods

por Catarina, em 08.05.17

Acho que todas as mulheres conhecem a sensação.

Num dia somos felizes como somos e com tudo o que temos, ainda no mesmo dia pode dar-nos a veneta e começar a deprimir, a questionar tudo e a ficar com uma vontade imensa de desaparecer do mundo que conhecemos. Quantas vezes não me acontece... Especialmente quando se aproxima algo que tema de alguma forma. Mesmo que seja um (patético) aniversário, o nosso por exemplo. Ou outra coisa qualquer. 

Aquela pessoa com quem acordamos e que não é sempre perfeita pode espreitar nestes dias como o monstro dos defeitos, os nossos planos de vida podem soar a insuficientes, os nossos sonhos podem parecer mundanos, e os nossos objectivos são questionados. E tudo isto pode ser um ciclo que ganha e perde forma num só dia, e transtorna, massacra, chateia. Não gosto disto mas vivo-o porque ainda não descobri como evitar. Chateio-me, fico embirrante, fágil, provoco discussões, confusões, conflitos; fico ainda mais chatiada, triste, doem-me "coisas", as costas, a cabeça, os olhos; deprimo, deito-me no sofá e penso, hoje não vou para a fama, fico aqui. Cubro-me com a manta mas hesito em apagar a luz, sabendo que não vou melhorar nada e vou acordar ainda pior. Desisto e chego à cama à uma da manhã...constato que levei uma hora a percorrer os dois metros que separam a sala do quarto, e não gosto nada disso.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D