Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Natal em Lisboa

por Catarina, em 20.12.16

Cada um tem as suas recordações de Natal mais doces associadas a um local. As minhas são sempre de Lisboa, a minha cidade.

Nunca tivemos "terra" para onde ir, somos mesmo todos de Lisboa e por isso sempre vivemos a época de Natal aqui desde há várias gerações! As tradições vão mudando claro, os espaços também, por exemplo a minha avó ainda se lembra dos locais onde se ia comprar perus para a ceia, a minha geração já está mais para ver perus no zoo!

Em pequenina lembro-me de rituais que se repetiam todos os anos: ir às compras ao Chiado e descer até à Baixa, percorrer as Ruas do Ouro, Augusta (Quem se lembra da zara aqui ser toda em madeira?!), Carmo e Nova do Almada, umas vezes voltando a subir, outras indo a pé até aos Restauradores! Devia ter uns 7 ou 8 anos quando os Armazéns nesta versão que conhecemos hoje abriram, e lembro-me da excitação de ter mais um centro onde ver o Pai Natal! Recordo as iluminações, a sensação incrível que é sempre descer a rua Garrett, numa época em que a inditex ainda não tinha tomado conta do sítio, e ainda existiam as lojas antigas. Parávamos sempre num ou noutro ponto para desejar um feliz natal a quem a minha mãe ainda conhecia ali no comércio, quando era nessa altura um "comércio local". 

Outro spot que adorava era ir para a Avenida de Roma e calcorrear tudo até à Praça de Londres e descer a Guerra Junqueiro! Estava sempre um friozinho que nos fazia ir beber um chá e comer éclaires num café a meio da rua. Aqui já havia mais lojas de centro comercial, e com o tempo isso só foi aumentando, mas tinha das iluminações mais bonitas que me lembro, em que as cascatas de luz caiam das árvores!

 

Depois o tempo foi passando, os espaços mudaram, os centros comerciais multiplicaram-se e perdemos alguns destes rituais. Até que este fim de semana, já com as compras todas despachadas resolvemos ir ver as vistas à Avenida da Igreja! Fomos surpreendidas com um mercado de rua de natal, com coisas bem giras, imensa gente nas ruas, nos cafés, enfim, um bairro de Alvalade vivo!  Soube tão bem voltar a ver Lisboa assim... E eram lisboetas, não eram turistas!!!

 

Natal? Para mim é em Lisboa.

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Imagem de perfil

De Chic'Ana a 20.12.2016 às 11:20

Em Lisboa também há Natal tradicional =)
Beijinhos
Imagem de perfil

De Catarina a 21.12.2016 às 09:30

Verdade!! ;) beijinhos
Imagem de perfil

De O Triângulo Perfeito a 21.12.2016 às 08:26

Sou de uma pequena cidade do norte de Portugal, onde as tradições de Natal estão enraizadas. Sempre tive curiosidade em saber como seria o Natal das pessoas que vivem em Lisboa. Sempre me indaguei quais seriam os seus rituais e tradições. Fico feliz por perceber que, apesar de muita gente considerar a capital um sítio frio e pouco aconchegante, essa não é, porém, a realidade. Lisboa também é um bom sítio para festejar esta quadra . Foi muito bom ler o seu testemunho e perceber que o Natal é sempre Natal, seja numa aldeia de Trás-os-Montes, seja num polo urbano, seja na praia. O que interessa é mesmo o espírito e a união familiar.
Imagem de perfil

De Catarina a 21.12.2016 às 09:34

Muito obrigada pelo comentário! Tenho amigos de fora de Lisboa, de zonas mais interiores e do norte que contam sempre as tradições das suas terras e aldeias. As nossas são diferentes, para alguns são menos interessantes, mas às vezes sinto que há quem veja Lisboa como o espaço para trabalhar e pouco mais. Provavelmente porque não têm os avós ou os pais em casa a contarem como era Lisboa nesses tempos! Percebo isso, mas de facto há muito mais para contar do que aquilo que se vê. Se olhasse de fora provavelmente também pensaria assim. :)
Imagem de perfil

De Loulou a 21.12.2016 às 12:06

Obrigada por me fazer recordar os meus Natais de infância.... também eles todos passados em Lisboa!

Um Bom Natal!
Beijinhos!
Imagem de perfil

De Catarina a 21.12.2016 às 17:05

Obrigada, um Bom Natal!
beijinhos
Imagem de perfil

De simplesmente avô a 21.12.2016 às 18:08



Da minha casa em Lisboa, recordo as andanças pelas azinhagas da periferia à cata do musgo para o presépio.
Recordo as figurinhas de barro, compradas umas, surripiadas outras, na Feira da Luz.
Recordo a missa da meia-noite, na capela do bairro.
Recordo as comidas alentejanas, feitas pela minha mãe.
Recordo as idas ao Cinema Bélgica, com a cédula de nascimento emprestada por um amigo.
Recordo as corridas (e as fugas) de bicicleta alugada, ali para os lados do Campo Grande.
Recordo a alegria das minhas Irmãs e Irmãos.
Recordo a braseira de carvão no centro da sala e todos nós à sua volta.
Recordo as histórias de lobisomens e de almas do outro mundo que a minha mãe não se cansava de contar.
Recordo as prendas dos meus padrinhos.
Enfim, um mundo de recordações...
Feliz Natal.
Imagem de perfil

De Catarina a 22.12.2016 às 14:35

O meu presépio, que herdei do meu pai, ainda é feito dessas figurinhas que se encontravam na feira da Luz e em outras feiras. Não o substituo por nada!
E também me lembro de se alugarem bicicletas no campo grande.
Recordar sabe sempre bem.
Obrigada, um feliz Natal!
Imagem de perfil

De mami a 21.12.2016 às 21:27

as nossas memórias são sempre especiais porque são nossas e construídas com aqueles que amamos :)
Imagem de perfil

De Catarina a 22.12.2016 às 14:36

Verdade ;)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D