Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Se calhar já chega não?

por Catarina, em 23.09.16

E pararem de me estragar Lisboa? Dá? 

 

Sou Lisboeta, nascida e criada, filha de pais lisboetas, de avós (maternos lisboetas e paternos "migrados" para Lisboa), e de um bisavô (materno) lisboeta! Lisboa é a minha cidade, que amo de paixão, a Graça o nosso bairro de família.

Por isso, dói cada vez que ando pela cidade e vejo as atrocidades que andam a cometer. Esta herança deixada pelo PM não eleito António Costa (pausa para dizer que até hoje não sei como um troca tintas que nem eleito foi consegue chegar a PM, mas adiante) na câmara de Lisboa é a continuação da sua teoria de "vamos vender Lisboa aos turistas que isto nos salva da crise"!

 

Flash news!: o país não se salva assim! Já todos percebemos certo? Pouco me importa que a taxa de dormida em Lisboa até vai dar para as obras no palácio da ajuda, porque com os monos a que nos têm habituado (museu dos coches, hello?) já não sei se isso é bom, se é mau! 

 

A desgraça é tanta que nem sei por onde pegar primeiro! 

Mercado de arrendamento? Qual? Aonde? Centro de Lisboa? Esqueça, é pró turista, próoooximo! (um dia destes está a CML a contratar figurantes para por ali em Alfama a fazer de lisboetas)

Tuk-tuk? Ah essa coisa feia, foco de poluição (visual, auditiva e atmosférica) onde os turistas gostam de andar empoleirados aos saltinhos para cima e para baixo? Essa traquitana que até já tem "paragem" na Rua Garret? (minha rica rua..) Essa geringonça que anda por todo o lado enquanto o meu carro, que paga os impostos não pode pisar todas as ruas do centro!?

Praia no cais das colunas? Turista que se preze vai ao Tejo banhar-se, é que sabem, Oeiras e o Estoril ficavam longe, e uma praia aqui no meio da cidade dava um jeitaço para divulgar o turismo! Não tarda e fazemos concorrência a Benidorm! (Já não vamos falar daquela parte em que fizeram uma ponte de madeira para os carros que não aguentou com o peso dos mesmos ok?!)

2ª Circular? Sim, eu sei que o trambolho é feio, e logo ali em cima do aeroporto fica muito mal ao olho do turista! Caramba, Lisboa tem de ser aquela cidade onde se aterre em cima de uma árvore, de tão "verdes" que somos. Vá, vamos lá fazer uma avenida bonitinha, ate lhe pomos um chão empedrado e temos ali o novo calçadão! Carros? Quais carros? Mas ainda circulam em Lisboa? Não, vamos já fazer um decreto a dizer que só circulam no concelho de Lisboa carros com matrícula depois de 2020... Os táxis? Ah esses podem, sim, sim, até os de 1986, sim, então, se não os deixássemos quem levava os turistas? (mais uma pausa para dizer que como as obras tinham trafulhice já estão paradas e a sinalética toda largada ao ar para facilitar muito mais o trânsito....or not)

Depois parece que andam ali a querer cortar às fatias a Av. da República, e ouvi alguma coisa sobre um observatório de aviões...algures em Alvalade? Já não sei, confesso que prefiro não ouvir estas notícias.

E agora, chegaram à Graça. Agora sim é a desgraça! Vão mastigar o largo todo.... Quase que choro só de pensar...

Bom, há que esperar que estas soluções brilhantes salvem bem salva a nossa economia, porque quando acabarem com esta palhaçada não sei o que vai restar, mas acho que não vai haver Lisboa. Nessa altura já foi tudo de bandeja para o turista... sabem, se calhar já chegava de tanta asneira, não? Só naquela....

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos Moura a 23.09.2016 às 17:13

Eu não sei onde é que viu um Primeiro Ministro eleito em Portugal! Deve haver alguma confusão... O que a lei diz é que o Primeiro Ministro é indigitado pelo Presidente da República tendo em conta os resultados eleitorais (repare tendo em conta, não é indigitando o cabeça de lista mais votado), e após ouvidos os partidos com representação parlamentar. Sendo que o Governo responde perante a Assembleia e não pode ter a oposição desta na sua investidura.
Eleições para Primeiro Ministro, em Portugal? Nunca vi.
Imagem de perfil

De Catarina a 26.09.2016 às 12:15

Preciosismos à parte tem toda a razão.
Mas geralmente o convidado a formar governo é o lider do partido vencedor das eleições, e, como sabe, nas últimas eleições o PS não ganhou.
Sem imagem de perfil

De Carlos Moura a 27.09.2016 às 14:35

E não foi? Tanto quanto me lembro desses dias o então Presidente da República indigitou o Dr. Pedro Passos Coelho para formar governo. Este tomou posse e apresentou o seu programa na Assembleia da República.
A AR votou por maioria várias moções contra o programa, e foi então que sem apoio maioritário o XX Governo Constitucional caiu e o então PR dando seguimento às normas legais convidou o segundo partido mais votado que, neste caso conseguiu maioria de apoio na Assembleia da República.
Estão cumpridas as normas constitucionais e legais. Eleição para Primeiro Ministro continua não havendo e, custa-me entender como se pode falar em perder as eleições quando a maioria relativa do bloco PSD/CDS-PP era isso mesmo, relativa.
Imagem de perfil

De Catarina a 29.09.2016 às 21:25

Ora bem, para mim perder é não ganhar, simples como isso, e, ainda que relativa, era uma maioria. Até pode ser tudo legal, preto no branco, que na minha opinião pessoal não deixa de ser uma manobra e uma jogada suja como AC já nos tinha habituado quando chutou Seguro para o canto. E ainda teve de levar a CDU e o BE se não ainda agora andaria a apresentar moções.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D