Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Para dias manhosos....

por Catarina, em 26.10.16

....remédios gulosos!!!

 

Esta máxima acabada de inventar vem a propósito do meu "shitty day" de ontem que terminou maravilhosamente com uma Banoffee Pie a fazer zapping no sofá!

Ainda só ia a meio da tarde e já sabia que precisava de algo bem bom para me recompor. Pesquisei algumas receitas e fiz a minha versão. Está boa que dói!!! (para a semana é mesmo bom que me decida a queimar isto tudo que ando aqui a guardar....)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dizem que os collants voltaram...

por Catarina, em 25.10.16

...e eu, refém inqualificável de calças, estou a bater palminhas!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Shit is a small word for big events

por Catarina, em 25.10.16

Começar o dia com uma consulta no dentista já é coisa para me esfrangalhar os nervos, afinal sou pessoa que tirou 4 dentes do siso inclusos (o verdadeiro horror), mas hoje superou-se. 

 

Com a mania das economias fui experimentar outra médica num hospital privado que tinha acordo com o meu novo seguro da empresa. Desde que me lembro de ser gente que fui sempre seguida pela fofinha da minha Dra. Raquel, em quem confio a 300%, mas para além de não me dar jeito nenhum ir ao centro da cidade, não tem acordo com o meu seguro e em consultas, tratamentos e coisas que tal já lá deixei verdadeiros balúrdios.

 

Hoje ia só avaliar, fazer uma limpeza de rotina e ver como corria. Gostei muito da médica, lembrava a minha, igualmente amorosa e cuidadosa. Falámos no que deveria fazer nos próximos tempos conforme o que ela "avaliava" da minha dentadura. Tudo perfeito, bora sair e pagar que já aqui estive séculos.

 

Então sou brindada com a novidade de que a minha seguradora tem uma sub-rede para a parte dentária que não tem acordo com o hospital. Apenas posso tentar que façam o reembolso posterior, até lá tive de pagar como cliente particular. Bingo, digam lá, valeu iiiimeeeeenso a pena não valeu?! Um Mimo.

 

Se arrependimento matasse tinha caído dura no chão, e sem dentes provavelmente!! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas que me entusiasmam #1

por Catarina, em 25.10.16

Há dois anos atrás (pausa, já passaram dois anos?!?! ME-DO) estava eu a desenvolver a minha tese de mestrado, o meu orientador disse-me "Você tem perfil de investigação. Devia pensar em pedir uma bolsa, fazer o doutoramento.. Não há nada melhor do que pagarem-nos para fazer o que se gosta!".

Na altura pensei que por mais razão que tivesse, em relação ao "perfil", nem tão depressa me apanhavam noutra. Estava a correr contra o relógio depois de um ano de estudo e trabalho em simultâneo, e começava a acusar o cansaço. Mas uma coisa eu tinha que concordar, investigar é comigo. Seja lá o que for. Gosto de saber, gosto de descobrir, gosto de aprender. E nem sempre é preciso ser sobre assuntos que adore de paixão, por vezes gosto de saber mais sobre áreas que mal conheço mas que me interessam. Não me estou a ver fazer um doutoramento nos próximos tempos (anos!!!), mas vejo-me, todos os dias, a querer estudar mais, a coleccionar artigos para ler, e cursos online para fazer. Tivesse eu tempo para tudo!

Tivesse eu tempo para: ler todos os livros mais técnicos que lá tenho de ponta a ponta, ler todos os artigos que selecciono diariamente das newsletters que recebo, fazer todos os cursos online que me interessam, desenvolver todos os projectos e ideias que tenho na gaveta, aprender todas as línguas pelas quais tenho curiosidade... oh se o dia tivesse 48 horas...

 

Como não tem vou tentando levar tudo isto junto aos bocadinhos. E, de vez em quando leio e descubro coisas que me deixam cheia de energia! Como se tivesse levado um choque eléctrico e sentisse a corrente a passar de cima a baixo. Fico entusiasmada, fico com a sensação de que alguém fez alguma coisa e eu posso aprender com isso. 

 

Um dos temas que me apaixona é a sustentabilidade. Não sei provavelmente muito sobre isso, apenas alguma coisa. Hoje descobri um projecto fantástico em Moçambique. Por questões profissionais estou desde há um ano ligada ao país, e espero conhece-lo ao vivo e a cores no próximo ano, e faço muita pesquisa para me contextualizar.

Assim veio parar-me "às mãos" o "Casas Melhoradas", um projecto de pesquisa aplicada que visa melhorar as condições de habitação nos bairros de lata / favelas / musseques de Maputo e torná-la economicamente acessível, com o objectivo final de os eliminar totalmente. A expansão urbana acontece aqui essencialmente de forma horizontal, e algumas experiências de intervenção têm introduzido a verticalidade, de forma a rentabilizar o espaço disponível. Os elementos pré-fabricados são produzidos com matéria prima local reduzindo custos, desperdício de recursos e tempo de processo obtendo habitações de qualidade superior. Podem saber mais em casasmelhoradas.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagens via http://casasmelhoradas.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Why people?

por Catarina, em 24.10.16

Why do you do this to me?!?

I want you all so bad!!! (and the list goes on, and on...)

 

( I guess this is why most boys don't like shopping...their stuff sucks and our stuff is pretty cute!!! Try to buy him some pajamas, no, really!!!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Rescaldo do fim de semana

por Catarina, em 24.10.16

Or... back in the mothership for the weekend!

 

Não que já tivesse passado muito tempo desde o último fim-de-semana mother-daughter, mas este foi totalmente no-boys-allowed e soube tão bem!

Não deu para tudo, mas deu para muita coisa, incluindo preguiçar no sofá como uma lontra que é o que este tempo de treta pede.

Como diria a Bridget Jones: "calorias ganhas: milhões!!!!!"

Sábado fui presenteada com um cozido para o almoço... Toca de alambazar de enchidos que foi uma maravilha! (Olá celulite!) Tarde em modo window shopping outlet (só comprei uma saia e morri por um vestido que não só não havia o meu amanho como a minha mãe levou o único da loja!) e fim de tarde em modo rabo no sofá, mãos no pc e olhos na tv. Pelo menos jantei só uma sopa, juro que um cozido ao almoço me alimenta para um dia inteiro....

 

Domingo foi dia de passeio, com direito a almoço no Village underground já que ainda nenhuma de nós lá tinha ido, e depois rumo à LX factory... Dia de mercado LX e mercado agro do oeste.. A sério, feira e mercados é connosco. Temos o nosso verbo "enfeirar" só para estas ocasiões. Viemos de lá com 2 quadros para o ovo e um chá de roibos bio sem taína (o sr. disse isto 3 vezes por isso pareceu-me importante frisar!). Os quadros são a coisa mais fofinha... São réplicas de ilustrações originais do artista (Gaudio's Design aqui) com temas lisboetas como o eléctrico e as sardinhas. Vieram logo 2 para fazerem companhia um ao outro.... Ainda deu tempo para entrar na Ler Devagar e no Landeau... aqui foi para estragar o resto já que me atirei em força a uma fatia de bolo... sozinha.... comi tudo.... não lambi o prato porque afinal estava em público..!

Menos giro disto tudo...a LX factory é impossível ao fim de semana e já não me lembrava...raios normalmente ia lá durante a semana e não dava pela enchente de turistas. Credo que praga!! Brotam do chão!

Ainda deu para fazer broas de aveia e banana, com a receita mais ultrarápida de sempre... e boas que ficam!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dear Santa

por Catarina, em 24.10.16

...is it too early ?

 

Livros. O que eu me perco por livros. É quase tão mau como o quanto me perco por roupas, e malas, e sapatos. A amazon é a minha melhor amiga, e agora estou a começar a dar-me igualmente bem com a Wook; isto das compras online ainda vai ser a minha desgraça..

Still, estes ficavam bem no Ovo, onde ainda não há estante decente mas não faz mal!!

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eu, ele, e um roupeiro de duas portas

por Catarina, em 23.10.16

Era uma vez um jovem casal que decidiu arranjar um cantinho seu. Encontrou o ovo, num sítio para lá de feio, mas era um ovinho restaurado e equipado, a um preço que podiam pagar!

O quarto do ovo tinha um roupeiro, daqueles embutidos na parede, com duas portas de deslizar...mas não se enganem, estamos a falar de pouco mais de metro e meio de largura, a dividir por dois, com um varão e duas prateleiras quase ao nível dos tornozelos. Ela sabia que se levasse um terço das suas coisas, ele não teria onde guardar um par de meias.

 

Trataram de arranjar uma cama daquelas com 4 big gavetões debaixo para as roupas da casa, e mais recentemente juntaram ao espólio uma cómoda de quatro gavetas.

Agora, o drama, o horror, a tragédia... Quem fica com as gavetas de cima? Quem fica com as debaixo? Alternamos? Posso empandeirar os sapatos dele para as sapateiras e ficar com as prateleiras para as minhas caixas de sapatos? E sobretudos? Onde acomodo os pobrezinhos? Como enfiar toda uma vida de roupeiro de 4 portas do chão ao tecto, meu e só meu, em 50cm de varão e duas gavetas? Vida dura esta...

 

Pelo menos ele não ousa dizer que eu tenho coisas a mais....Rapaz de juízo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Weekend plans#2

por Catarina, em 22.10.16

Encaixar tudo isto em apenas 2 dias: 

- Organizar a agenda e a contabilidade

- Ir à Gulbenkian

- Ir à LX Factory ao Mercado Rural

- Fazer 1h de exercício (não esperar mais de uma séria candidata a lontra)

- Esparramar-me no sofá a ver filmes e a beber chá no meu Bambi costume (uhh can't wait!!!)

Bambi is in the house!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Anjinhos de Natal

por Catarina, em 21.10.16

Há uns anos atrás descobri a iniciativa "Anjinhos de Natal" do Exército de Salvação no blog d' A Pipoca Mais Doce. Achei muito engraçado, especialmente por alimentar o sonho dos presentes de Natal a crianças cujos pais não os podem comprar. Tenho as melhores lembranças dos meus natais em família, cheios de comida, brincadeiras, prendas, e mais prendas! Verdadeiras avalanches de papel de embrulho e laçarotes espampanantes que eu e a minha prima devorávamos. Por um segundo pensei que há crianças que não têm o mesmo, e resolvi que queria fazer parte disto.

 

O processo é bastante simples: preenchemos um formulário aqui e depois recebemos a informação por email do nosso anjinho como o tamanho de roupa, o brinquedo desejado etc. A ideia é comprar o brinquedo que foi pedido pela criança aos pais, de forma a que estes possam responder ao pedido com a nossa ajuda. Devemos ainda juntar uma peça de roupa, normalmente um fato de treino.

Quando descobri isto era uma estudante estagiária que mal ganhava para mim, mas o ano passado pude finalmente participar e adorei a experiência. Não escolhi sem o sexo nem a idade e calhou-me um menino de 8 anos a quem comprei o playset de bombeiros da playmobil, com os bombeiros, as mangueiras, as bocas de incêndio, tudo! Confesso que foi uma aventura, não só eu não percebia muito de crianças, como de brinquedos de rapazes pior ainda! O pedido dizia apenas "Playmobil" o que por um lado foi um alívio, porque gosto da playmobil e porque não era nada daquelas engenhocas electrónicas que detesto! Mas depois a oferta era tanta que desesperei!!! Set da Polícia? Índios e Cowboys? Piratas? Animais da Quinta? Não sabia mais nada sobre a criança, e se não gostava da polícia? E se tinha um trauma com animais, se odiava piratas e tinha medo de índios? Fiquei em stress! Não queria defraudar as expectativas daquela criança, nem por os pais em maus lençóis!!! Optei pelos bombeiros porque no final de contas achei que não há como não gostar dos bombeiros! Espero ter tido sorte na escolha! 

Quanto à roupa confesso que fugi ao fato de treino completo e optei por um casaco do género mas reforçado com pelo por dentro muito quentinho. Conheço mais ou menos a realidade de crianças com dificuldades económicas e já vi muitas vezes como não têm roupa quente ou impermeável para o inverno e chegam à escola ensopados ou roxos de frio.

 

Este ano, estava alerta para me inscrever de novo em mais uma fornada de anjinhos! Desta vez "pedi" uma menina, acho que tenho mais facilidade em acertar tanto na roupa como nos brinquedos!!! Aguardo ansiosamente para saber o que me espera!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D





subscrever feeds