Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um cheirinho de Primavera

por Catarina, em 26.02.18

Este fim de semana foi para mim o primeiro fim de semana decente do ano! Tirei folga das tarefas chatas, da casa e da cidade, e fomos até ao nosso Oeste.

 

Foram 48h simples, sem complicações, sem ver as horas, sem stress, sem nada.

 

Com direito a passeio na praia na tarde de sábado que esteve fantástica;

 

Com direito a jantar de aniversário e a comer que nem uma lontra;

 

Com direito a ir à praça domingo de manhã - vá alguém entender isto, mas é um dos meus programas de domingo preferidos quando lá estou; 

 

Com direito a ir dar uma volta de bicicleta e aproveitar os últimos raios de sol de domingo, junto ao mar.

 

Hoje já chegou a chuva, e por mim pode chover à vontade, que eu conservo o sol do fim-de-semana aqui dentro!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quando o tempo não é a desculpa

por Catarina, em 23.02.18

Não tenho escrito grande coisa.

Não tenho tido vontade, apesar de ter algumas coisas pensadas que queria partilhar já há uns dias.

Mas vem uma preguiça. Nem sequer é a falta de tempo, que agora depois de terminar o curso até me sobra. Não nado em tempo mas fico bem mais folgada.

Simplesmente quando tenho tempo para escrever acabo a fazer outra coisa qualquer, nem sempre mais produtiva ou interessante; Mas dá aquela preguiça, e eu deixo-me ficar imóvel, sossegada, sem mexer uma palha. Depois quando desperto da inércia já é tarde, já não há tempo...

 

Tenho lido mais um pouco, mas não tanto como gostaria, o que me causa alguma frustração, especialmente porque tenho uma lista de livros em fila de espera.

 

Tenho imensa vontade de férias, e imensa vontade de sol e dias maiores.

 

Mudei de casa há um mês, mas a nossa situação especial de repente parece não ter fim à vista, e tenho medo de que se arraste mais do que estava disposta no início.

 

No trabalho sinto-me encalhada. Um barco encalhado em banco de areia, que tem de esperar pela maré para sair dali. Para além de encalhada também me sinto com dificuldade em ver aquilo que devia fazer, ora acho que é uma coisa, ora acho que é outra.

 

Na terça feira de carnaval fui ao Cristo Rei. Nunca tinha ido, e era algo que me despertava bastante curiosidade. Há 27 anos a passar aquela ponte e a olhar para o Cristo de braços abertos, não podia negar a curiosidade em ver a vista do lado dele! Gostei, apesar do frio o sol brindou-nos nesse dia, e gostei muito de ver Lisboa dali. Não levei a minha máquina fotográfica, o M. levou uma pequena mas não fomos com ideias de fotografar, fomos só mesmo para ver, para respirar, para guardar uma memória, no cérebro, não na máquina. Dali seguimos até Cacilhas, (onde almoçámos, que saudades de peixe no carvão) e onde esta a fragata D. Fernando II e Glória, mas como ambos já tínhamos visto resolvemos não entrar, o dia não era assim tão longo para o que queríamos fazer!

Foi um bom dia, para quebrar a rotina que me persegue até aos fins de semana; e para este fim de semana que aí vem, espero conseguir algo semelhante, que me varra as ideias para debaixo do tapete e me deixe entrar o ar!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não me expliquem

por Catarina, em 20.02.18

Porque eu não vou entender.

 

Não vou entender que não se aprove a criminalização do abandono de idosos.

 

Não vou entender que não se aprove a isenção de IMI para as casas que arderam nos incêndios.

 

E não, não vou entender que se aprove o acesso de cães a restaurantes etc.

 

Não vou entender onde esta gente tem a cabeça, que país é este que vai do 8 ao 80 em 8 milésimos de segundo. Não vou entender que nos tratem quase "abaixo de cão". Não vou entender porque por mais que me expliquem, para mim, isto não tem explicação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais um ponto nas reticências

por Catarina, em 19.02.18

Já aqui disse várias vezes que estudar para mim não é algo que acabe com um grau, um diploma ou um canudo. É um processo, que dura tanto quanto a nossa vontade de aprender coisas novas.

Por isso sempre soube, de todas as vezes que acabei um ciclo de estudos que voltaria para fazer algo mais; Todo o meu percurso de aprendizagem nunca termina num ponto final, mas sim em reticências, tantas quantas desejar, tantas quantas as coisas que ainda quero aprender.

 

Na semana passada (por entre gritos, apitos e amigdalites) lá terminei mais uma voltinha na montanha russa e acabei o curso de especialização em comunicação visual de informação que fiz na Fbaul e no Iscte. Foi mais um tempo alucinante, em que não só aprendia algo novo em todas as aulas, como em quase todas um interesse novo por algo que era mencionado, algum projecto ou alguém despoletava em mim uma curiosidade infinita; Mais do que a "matéria" propriamente dita, retirei muito conteúdo extra deste percurso, espremi todo o sumo possível, e bebi toda a informação que me dera. Foi mesmo, mesmo, bom.

Claro que tudo isto saiu do "pêlo" como se costuma dizer. Ritmo alucinante (não é por acaso que estou doente há semanas), alimentação aos solavancos, projectos e ideias e aquele sentimento de ter 1500 coisas para fazer e sentir que o tempo não dá sequer para quinhentas, é como se me estivessem a consumir o ar.

 

Design de Informação foi a cadeira mais próxima de mim, e na qual me senti mais à vontade; Depois em Visualização de Dados a "porca torceu o rabo" e eu fiquei em pânico nas aulas mais teóricas de estatística. Quando estava a pontos de odiar a professora a matéria aligeirou um pouco, e acabei por me sair melhor com esta nota do que com design de informação! Para terminar Storytelling intimidava-me um pouco pois não sabia bem o que esperar. Adorei, adorei muito mais do que pensei que ia adorar! Acho que o capuchinho vermelho contribuiu para este sentimento, e no final o saldo é muito mais do que positivo. 

 

Agora é tempo de arrumar a tralha, organizar as pastas e ir consolidando a informação que ficou. Prometi a mim mesmo que até ao final do ano não vou embarcar em nenhuma outra aventura, mas sim dar continuidade aos projectos que deixei a meio: os muitos livros por ler, o crochet (ao qual já voltei em força!) e o Inglês. Não, a língua inglesa para mim nunca foi um problema; Tenho um nível bastante bom, mas não o tenho certificado e é esse o projecto que quero terminar este ano (e que tenho empurrado há muito tempo). 

Agora que o curso terminou, e que vou no terceiro antibiótico do ano (ai 2018 que ruim que me saíste), tenho esperança que o arranque seja agora, definitivamente positivo! 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ainda bem que sonhar é de borla

por Catarina, em 15.02.18

Porque há pessoas, como eu, que quando nos dão uma ideia nova, isso fica a matutar e vamos sonhando, e construindo, e imaginando como seria se isto e se aquilo.

E, bom, se não fosse de borla eu estava na penúria!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Para que serve mesmo o facebook?

por Catarina, em 14.02.18

Ontem, por razões parvas que não interessam ao caso fomos fazendo scroll até aos primórdios das nossas páginas... Percebi que entre muitas outras coisas o facebook guarda uma série de tesourinhos deprimentes e memoráveis das nossas vidas.

 

Ontem por exemplo, "descobri" algo que não me lembrava.... o facto de ter apadrinhado duas cabras algures em 2013 (de ontem para hoje esqueci-me da data) no âmbito de um projecto de preservação do meio ambiente.

 

E pronto, eu não me queixava sempre de que não era madrinha de ninguém? Afinal, sou madrinha de duas cabras. Obrigada facebook!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Com crochet, muito crochet e mais crochet!

 

Novidades em breve, em forma de cachecol... mas muito diferente do que fazia há uns anos atrás que era chato e enfadonho! Nada como uma amigdalitezinha para atirar connosco para casa em modo "férias forçadas" e nos dar tempo para outras coisas que não envolvam um computador! Finalmente desenferrujei os dedos e agora....bem, agora é só ideias 

 

Era suposto ter posto a leitura em dia, mas ganharam as agulhas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tenho aqui um negócio da china....

por Catarina, em 07.02.18

Duas amígdalas para venda ou rifas. 

 

Baratinhas, estão com desconto e ainda levam de oferta uma mega amigdalite!

 

Como é? Alguém interessado?

 

 

A oferta não expira (garanto) assim tão depressa, mas não levem muito tempo a pensar, que isto é um negocião!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Complô #2

por Catarina, em 06.02.18

Em Janeiro: levei pessoas às urgências;

 

Em Fevereiro: levam-me a mim às urgências.

 

Março, estás a ouvir? Despacha-te!!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Complô

por Catarina, em 05.02.18

Janeiro e Fevereiro uniram-se para me tramar. Só pode.

 

Janeiro foi mauzinho, ruim, mesmo.

Fevereiro parecia a luz ao fundo do túnel, depois de uma caverna de 31 dias.... mas não, ou muda rapidamente ou vai fazer companhia a Janeiro na prateleira dos meses mais manhosos do ano.

 

Escrito enquanto um ouriço cacheiro tomou conta da minha garganta que está cheia de pontos brancos.

Olá constipação, tu outra vez?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D





subscrever feeds