Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Going green: de férias

por Catarina, em 09.07.20

Antes de embarcar numa semana de férias a sul dei por mim a reflectir como ser posso ser mais ecológica e sustentável na praia e nas férias em geral!

Sugestões e recomendações são bem-vindas já que neste ponto ainda estou a meio gás!

Por norma gostamos de passar um dia inteiro na praia e vamos bem carregados de comida! Para além de água e muita muita fruta, começo por levar sandes mas ao fim de 3 dias já enjoámos e ando aqui às voltas para me organizar e conseguir preparar snacks alternativos.

Outro dia a preparar sandes voltou a cair-me a ficha da quantidade de desperdício que envolve, isto porque ainda não tenho bolsas suficientes para as necessidades, e então torna-se mais simples usar guardanapos.

Faço um esforço para os re-utilizar ao longo do dia mas não soa melhor por isso... Tenho levado todas num saquinho de pano, mas no caso da fruta ainda uso aqueles sacos de congelar com fecho; Tenho alguns que vou reutilizando até ser possível e se por acaso me esqueço de levar um saco para o lixo esses fazem as vezes até chegar a casa.

Garrafas de água são coisa que abunda por aqui, seja de vidro, inox ou mesmo plástico, não das descartáveis mas daquelas de desporto por exemplo, que enquanto estão boas vamos usando.

Uma coisa que aprendi enquanto lia sobre o tema é que não há vantagem nenhuma em deitar o que temos de plástico por exemplo fora para comprar noutros materiais; Re-utilizar enquanto é possível é sempre melhor e alivia a pressão sobre os processos de reciclagem. Também li um dia que nem todo o plástico que colocamos para reciclagem é de facto reciclável, o que faz com que a reciclagem não seja sempre uma alternativa segura. Por exemplo, descobri que se espalmar as garrafas de plástico longitudinalmente são recicláveis, mas se forem prensadas em altura até fazerem um círculo já não o são!

O ano passado ao comprar uma Visão que tinha um artigo sobre sustentabilidade ganhei uma palhinha de bambu, que tem estado parada porque eu já tinha perdido o hábito da palhinha, por ser plástico. Este ano acho que a vou levar de férias para não ser apanhada desprevenida!

Ganhei também o hábito de andar com sacos de pano no dia-a-dia, mas agora para férias levo o verdadeiro carregamento para não precisar do plástico; gosto cada vez mais de comprar no comércio local, e quando estou de férias só em último caso me apanham num supermercado.... acho que herdei da minha avó o gosto de ir à praça, seja onde for!

Mesmo nesta fase covid em que regredi no plástico em algumas situações mantenho o uso dos sacos de pano, que depois lavo ao chegar a casa até à próxima utilização! Ainda assim mesmo na praça tenho trazido algum plástico, nomeadamente quando compro figos colocam numa caixinha para não se desfazerem, e para limitar a minha culpa lavo as caixas e levo para a praça para a vez seguinte! Agora para férias vou fazer o mesmo, já tenho os sacos e as caixas a postos, alguns items que encomendei e que poderia ter dificuldade em encontrar. Também a lancheira e as placas já estão na linha de partida, mas continuo a pensar que me devem estar a escapar outras coisas...

 

E por aí, sugestões ou ideias para umas férias mais eco?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D





subscrever feeds