Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


On the road

por Catarina, em 16.07.17

Cinquenta e uma listas depois, não sei quantas tralhas devidamente arrumadas e estamos carregadinhos para rumar a sul, em modo campismo!

Iniciei-me no campismo com o M., e como ele tinha a tenda por estrear acho que posso dizer que foi algo que descobrimos e aprendemos juntos. Sempre tive a ideia do campismo, em parque porque a minha família o tinha feito durante muitos anos antes de eu nascer, e em parte porque quem cresceu a ler livros dos cinco sabe como sobreviver numa ilha durante 3 dias com uma lata de cebolas e outra de tomates! Uma vez quando era pequena o meu avô quis dar-me um cheirinho do que seria e comprou uma das tendas mais pequenas que havia à venda, dava para dois adultos deitados em modo lata de sardinha, e montou-a no quintal, mesmo tendo de furar o chão de cimento! Ainda tentei lá dormir nessa noite mas ninguém me deixou...

Já se sabe que gosto de ter tudo controlado e arrumado e previsto, e mesmo com o esforço anti-neura que faço, há mínimos indispensáveis. Sei que nunca conseguiria fazer campismo selvagem, tenho a certeza disso, e gosto de um certo conforto, ainda que nos níveis mínimos, que é ter casas de banho, colchão, almofadas e electricidade, amén!

A primeira vez que acampámos fomos super felizes com a escolha, o camping de Milfontes, tão mas tão felizes que lá voltámos dois anos depois. Foi até hoje o melhor parque de campismo onde estivemos, e logo a seguir tenho de dizer que o da Galé, embora menos calmo também é muito giro, especialmente porque tem animação à noite, o que é essencial porque aquilo fica longe de tudo. Nas primeiras vezes evitávamos fazer comida para reduzir a quantidade de tralha necessária, mas desta vez vou a salivar por comer peixinho grelhado no carvão, por isso os apetrechos estão todos a bordo! 

Noutra lista estão as praias todas que queremos explorar nesta semana, de Tavira até Espanha, por isso se tiverem sugestões não se acanhem!

O estaminé vai estar em época baixa, mas no regresso devo ter histórias novas, já que em modo campismo connosco sai sempre aventura!

 

Imagem daqui

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

De entre os vários assuntos que tinha para tratar nos últimos dias, ontem dediquei-me a estes dois: o campismo para as férias, e uma conferência na próxima sexta feira.

 

Há uns anos atrás com o M. iniciei-me nas aventuras campistas; como sou algo freak control, gosto sempre de tentar saber o mais possível sobre os locais para onde vou, até porque já tive experiências muito boas, e uma desastrosa (daquela que nos faz desejar ter umas galochas até à virilha para usar os espaços públicos). Assim, enviei um email para o parque a saber se faziam reservas e com mais algumas questões. Prontamente me responderam, ontem e hoje quando perguntei mais ainda na volta do email responderam sempre de forma muito simpática, cordial, e acima de tudo com informação útil! Nem sempre isto acontece, e portanto tranquiliza-me bastante saber que vou para um local com este nível de organização. Expectativas lá em cima portanto!

 

Esta competência seria de esperar numa universidade, não? Eu achava que sim... Há umas semanas enquanto pairava no facebook descobri esta conferência; Fiquei no auge, não só Don Norman é um dos meus ídolos como o evento era em Lisboa, numa data que me convinha, e gratuita! Inscrevi-me na hora, num google forms que me confirmou o sucesso da operação, mas não recebi nenhum email, e como na Tugalândia deixamos muito a desejar muitas vezes, ontem enviei um email a pedir uma confirmação da minha inscrição, até porque tenho de me ausentar do trabalho e portanto justificar essa ausência. Primeiro tentei o email do Centro de Congressos, onde supostamente o evento tem lugar; Uma senhora muito amável respondeu que teria todo o gosto em ajudar-me mas que teria de contactar a organização porque ali não sabia de nada.

Primeiro alerta de caos!

Usei o email que a senhora me indicou e hoje tinha uma resposta semelhante, mais um que não tinha conhecimento. 

Peguei no telefone e liguei para a suposta organização; Adivinham? Também não sabiam de nada! Deram-me um novo email para contactar.

Já enviei e enquanto aguardo uma nova resposta penso: como queremos que nos levem a sério se uma das nossas maiores e mais relevantes universidades se comporta desta maneira? Ninguém sabe de uma conferência que se vai ali realizar dentro de três dias? Que é com um autêntico "guru" e "dinossauro" (no melhor sentido de conhecimento e não por o senhor já não ser novo) da usabilidade? Um senhor que por acaso vem ali da esquina onde fica a Califórnia?! Ou isto foi tudo um embuste? Um mal entendido? Um engano? Não é este ano mas sim no próximo? Foi o ano passado? Num outro mês? Numa outra terra? Alguém me explica então porque aquilo está anunciado no site do IST (Instituto Superior Técnico)? Estava à espera de qualquer coisinha melhor destes meninos.... Resumindo: expectativas baixas, baixinhas....

Temo que se me abalar até lá na sexta feira não exista lá nada, nem ninguém, nem tão pouco um postal do Don Norman. Desilusão o teu nome é IST. 

 

Update das 14:20: Mais um departamento que é alheio ao assunto.... let'go email number 5!

 

Update das 16:11: Confirmado! Ao quinto email está confirmado; Afinal existe, afinal vai acontecer, e eu vou lá estar, ufa!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D