Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Semaninha do diabo

por Catarina, em 18.11.17

O tempo passa, a coisa não melhora!

Acho que atingi todos os meus limites de tempo de todo o sempre!

Não me lembro, nem na época da tese de ter vivido uma semana como esta... As perspectivas para a próxima semana ainda são uma incógnita mas acho que não vai piorar... espero!

 

Segunda feira usei de toda a minha criatividade no exame de Design de Informação; Não estava à espera de algo naqueles moldes... tão "quadrado", tão pouco prático, tão inverso do que tinha preparado. Quando preciso de criatividade nestes momentos é porque a coisa vai dar para o torto. Expectativas lá em baixo.

 

Terça feira comecei outra cadeira: Visualização de Dados I; Tenho a dizer que ninguém me preparou para a injecção de estatística que levei naquele dia... nem para enfrentar os 57 corredores, 28 passagens, 19 catacumbas e 36 voltas que dei para chegar à sala de aula no ISCTE; Isto para não falar das 5 voltas ao quarteirão que dei até arrumar o carro convenientemente, sem perigo de ficar apetecível à EMEL, nem por uma hora; Foi bem feita...quem mandou dizer mal de Belas Artes? Ainda vou ter saudades daquele espaço...ai vou...

 

Terça e Quarta fui para a sede da empresa receber formação! Confesso que ia contrariada... tinha tanto trabalho que o timing da coisa não era o melhor. Mas foi. Foi mesmo bom, haja alguma coisa que se safe.

Vim de lá com o ânimo renovado para o projecto que já estava a enjoar e com outro na ideia.

 

Por falar em ideias.... esta cabeça, não pára.

É um problema... Devia poder desligar o cérebro; Ou rifá-lo; Trocar por um mais calmo...menos hiperactivo. Há umas semanas falei aqui de um projecto de visualização de dados que me apaixonou.

E a paixão é aquele sentimento assolapado que chega e toma conta de tudo.

Ando a ler o livro, mas não me chegava.

Fui ao site, descobri um fórum; E descobri que há pessoas ainda mais doidas do que eu!

E assim encontrei a Kyana, a minha dear data penpal! Sim!!!! O entusiasmo flui por aqui... começámos o nosso projecto de dear data e por isso esta semana andei a contar o nº de vezes que disse "Olá" a alguém! No domingo acabo a recolha de dados, desenho a informação que recolhi num modelo que ainda vou inventar, desenho num postal e envio para Phoenix, Arizona na segunda feira! E nas próximas semanas teremos outros temas (já temos um google docs de ideias)... é giro, acho que o meu cérebro encontrou um gémeo hiperactivo;

 

Pelo caminho ainda tive uma tarde num evento da área da minha empresa onde trabalho, e tive uma mini masterclasse de Storytelling que usei como introdução para a última cadeira do curso que vou ter daqui a uns meses! 

 

Hoje finalmente foi um dia "normal"... só tive de ir trabalhar, no meu spot do costume, sem idas e sem vindas, sem clientes, sem chefes, sem novidades, sem stress. Ufa!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Caso sério de amor

por Catarina, em 27.10.17

Aos Livros.

Desde pequena que tenho amor aos livros. Amor, mesmo. 

Ao cheiro, ao aspecto, a tudo o que me dão... horas e horas, dias ou meses de prazer, de aventuras, de amizade. Os livros ensinam tanto, emprestam tudo, mostram, apresentam, acompanham. Não consigo imaginar a minha vida sem eles.

E na segunda feira descobri um novo amor para colocar na estante...

 

O professor falou-nos num projecto de Design de Informação; 

Duas designers, uma em Nova Iorque e outra em Londres, a primeira italiana e a segunda americana, desenvolveram um projecto durante 52 semanas em que trocaram postais com informação sobre o seu quotidiano;

Cada semana tinham um tema, começou pelo número de vezes que viam as horas num dia; ambas recolheram informação sobre isso, quando o faziam, porquê, se tinham visto as horas porque queriam ver as horas, se fora por pensarem no projecto, se alguém lhes tinha perguntado as horas; Também registaram onde viam as horas, no relógio de pulso, no telemóvel no computador, etc;

Outra semana o tema foram os percursos que faziam e quais os transportes que usavam; Com toda a informação que recolhiam sobre si próprias criavam formas visuais de a transmitir, com códigos mais ou menos simples de ler, e que depois desenhavam num postal que enviavam uma à outra.

 

Esses postais e toda a história por detrás deles foi compilada num livro, Dear Data que é lindo, lindo, lindo! Adoro ver como cada uma desenvolve desenhos completamente diferentes sobre o mesmo tipo de informação, ora representações mais lineares ora circulares. 

 

Portanto, na 2ª feira descobri o projecto, na 3ª encomendei o livro na amazon, e ontem ele chegou, e eu não perdi tempo a começar a ler...e agora não resisti a partilhar!

 

 

 Imagens daqui

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D