Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



As pessoas não são enganadas. As pessoas deixam-se enganar. Optam por fechar os olhos, olhar para o outro lado; forçam-se a não ver, a tentar ver por outro "prisma". Não há geometria que salve isto....no fundo sabemos que aquela primeira impressão, aquele primeiro feeling, acabará por acontecer. Podemos dar mais ou menos voltas na montanha russa, acabaremos por lá chegar.

Problema: só admitimos isso a nós próprios durante uns 15 minutos certo? E depois? Como tomar coragem? Como resolver o problema? Mais fácil é convencermo-nos de que não existe, não vimos bem, não é bem assim, ainda vai mudar. E prolongamos. Porque gostamos? Sim, gostamos muito...não gostamos de tudo. Como nos separamos de alguém que amamos? De alguém que sabemos que nos ama? Tentamos na mesma? Sabendo que podemos estragar tudo o que havia de bom, o que há de bom. Ou continuamos? Sabendo que mais cedo ou mais tarde voltamos a enfrentar esta encruzilhada?

 

Pensamentos noturnos fruto de uma má relação entre o filme Nothing Hill, uma embalagem de palitos La Reine e telefonemas fora de horas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D





subscrever feeds